quarta-feira, setembro 12

terça-feira, setembro 11

Pedra Branca


Nas manhãs que te vejo brilhar
Agradeço pelo reflexo de meus sonhos

Nas tardes que as nuvens não me permitem te admirar
Revela-me o tamanho do meu amor


Nas noites que a lua cheia desenha teu contorno no ar
Conecta-me, sem receios, a tudo que sou.


Lá de cima eu compreendi como sou Paraty

Pedi ao universo que me explicasse isso

Ele me estremeceu pele e coração

Me transmitiu tua luz

Me pediu que aceitasse minha missão

Que não repelisse meu dom

E me deu forças para lutar!




segunda-feira, setembro 3


Cordeiro de deus que tirai os pecados do mundo tende piedade de nós e dai-nos a paz.


Porque teus detlahes fazem meu pensamento rodar....

E tua magia me faz cantar.



Vez em quando

há dor na melodia.


Lua que fascina meus pensamentos
Prende meu olhar
Inebria meus sentidos
Me deixa assim.... sem falar
Oh Lua....
Tome conta de meus passos
Continue sempre a me guiar.

Encontros & Despedidas

Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço
Venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero
Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar E
assim, chegar e partir
São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro
É também despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida.