domingo, abril 25

resultados

O tempo como mais justo juíz e resposta objetiva aos meus questionamentos...
Nada como um dia após o outro... e a cada nova batalha vencida a recompensa do seucesso real!!

domingo com a mamãe


Flores no Deserto


Não vale a pena esconder a dor
Manter adormecido o que já passou
Sentindo as cicatrizes ao redor
Marcas no inconsciente, insatisfação
Olhando os objetos no lugar
Eu tenho a impressão de que nada mudou
Sombras e eternas ilusões
Me vejo entre momentos de alucinações

Vejo flores no deserto
Homens buscando o certo
Labirintos, fontes do pecado
Mapas que me levam ao passado
Reações impensadas
Mentes alienadas
Sentimentos presos sem saída
Momentos de eternas despedidas

Me disperso ao entardecer
Falo palavras que eu queria esquecer
Me perco entre tantas invenções
A vida se refaz por entre frustrações
Encontro o templo para despertar
Paredes que me levam pra algum lugar

Vejo flores no deserto
Homens buscando o certo
Labirintos, fontes do pecado
Mapas que me levam ao passado
Reações impensadas
Mentes alienadas
Sentimentos presos sem saída
Momentos de eternas despedidas

Não vale a pena esconder a dor
Manter adormecido o que já passou
Sentindo as cicatrizes ao redor
Marcas no inconsciente, insatisfação
Olhando os objetos no lugar
Eu tenho a impressão de que nada mudou
Sombras e eternas ilusões
Me vejo entre momentos de alucinações

Vejo flores no deserto
Homens buscando o certo
Labirintos, fontes do pecado
Mapas que me levam ao passado
Reações impensadas
Mentes alienadas
Sentimentos presos sem saída
Momentos de eternas despedidas...
Vega

Sitting, Waiting, Wishing

Mesmo quando eu chorar as minhas lágrimas serão para regar a minha fé!!

Well, I was sittin', waitin', wishin'
You believed in superstitions
Then maybe you'd see the signs

But Lord knows that this world is cruel
and I ain't the Lord, no I'm just a fool
learning loving somebody don't make them love you

Must I always be waitin', waitin' on you
Must I always be playin', playin' your fool

I sang your songs, I danced your dance
I gave your friends all a chance
But putting up with them
Wasn't worth ever having you

Maybe you've been through this before
But it's my first time so please ignore
The next few lines cause they're directed at you

I can't always be waitin', waitin' on you
I can't always be playin', playin' your fool

I keep playing your part
But it's not my scene
Want this plot to twist
I've had enough mystery
you keep building it up
but then you are shooting me down
But I'm already down

Just wait a minute
Just sittin', waitin'
Just wait a minute
Just sittin', waitin'

Well, if I was in your position
I'd put down all my ammunition
I'd wonder why it had taken me so long

But Lord knows that I'm not you
And if I was, I wouldn't be so cruel
Cause waitin' on love ain't so easy to do

Must I always be waitin', waitin' on you
Must I always be playin', playin' your fool
No I can't always be waitin', waitin' on you
I can't always be playin', playin' your fool
Fool, huhumm...
Jack Johnson

sábado, abril 17

Natureza

'A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.
Desta forma, eu digo:
Não deixe de fazer algo que gosta, devido à falta de tempo,
pois a única falta que terá,
será desse tempo que infelizmente não voltará mais.'

Mário Quintana

Foto Wagner Viana

Ponta Negra


Foto Wagner Viana

AREIA


Foto Wagner Viana

SONO


Foto Wagner Viana

verdes tom de mar

... verdes tons de amar...

Foto Wagner Viana

cor de flor



Fotos Wagner Viana

caminhos floridos

Guia-me sempre!


Quando bate essa saudade assim forte, me sinto como que presa no tempo. E na verdade o tempo que deve estar preso em mim... presente, passado e futuro dentro do que sou transparecendo dimensões e aliviando a dor da distância e da incompreensão dos sentidos. Preciso ir além dessa dor do tempo. Preciso de forças para cumprir minhas missões.
Mas hoje o tédio tomou conta de mim...
Na luta fui dar uma geral daquelas de jogar um monte de coisas fora... tirar a poeria dos detalhes e o que está entulhando o caminho... papéis apagados pelo tempo e fotos amassadas...

Coisas da Vida

Quando a lua apareceu
Ninguém sonhava mais do que eu
Já era tarde
Mas a noite é uma criança distraída
Depois que eu envelhecer
Ninguém precisa mais me dizer
Como é estranho ser humano
Nessas horas de partida
É o fim da picada
Depois da estrada começa
Uma grande avenida
No fim da avenida
Existe uma chance, uma sorte
Uma nova saída
São coisas da vida
E a gente se olha, e não sabe
Se vai ou se fica
Qual é a moral?
Qual vai ser o final
Dessa história?
Eu não tenho nada pra dizer
Por isso eu digo
Que eu não tenho muito o que perder
Por isso jogo
Eu não tenho hora pra morrer
Por isso sonho
Rita Lee

Minha Metrópole


my own point of view






ReflexoÕes


Porque algumas estórias não há como serem interrompidas...
E com o tempo nos sentimos cada vez mais pré-dispostos a captar detalhes que vibram no ar e palpitam delicadamente o coração. E faz-se renovada a fé no dom!

sábado, abril 10

o que não sai de moda - O Pequeno Príncipe - trecho

"E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia, disse a raposa.
- Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada.
- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? perguntou o principezinho.
Tu és bem bonita.
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o princípe, estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa.
Não me cativaram ainda.
- Ah! Desculpa, disse o principezinho.
Após uma reflexão, acrescentou:
- O que quer dizer cativar ?
- Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?
- Procuro amigos, disse. Que quer dizer cativar?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa.
Significa criar laços...
- Criar laços?
- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos.

E eu não tenho necessidade de ti.
E tu não tens necessidade de mim.

Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo... Mas a raposa voltou a sua idéia:
- Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música.

E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento do trigo...
A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe:
- Por favor, cativa-me! disse ela.
- Bem quisera, disse o principe, mas eu não tenho tempo. Tenho amigos a descobrir e mundos a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não tem tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres uma amiga, cativa-me!
Os homens esqueceram a verdade, disse a raposa.
Mas tu não a deves esquecer.
Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"

Antoine de Saint-Exupéry



Out of sight, out of mind

quinta-feira, abril 1

PINTANDO PARATY


Meu cérebro trabalha as informações e processa no decorrer das horas e de novas conexões. Obrigada aos que movem, acompanham e fazem parte dos passos da percepção. A vida se solidifica assim. E minha missão se confirma. Vim para a paz. E meu lema é ciranda e amor. Questiono sim minhas verdades... E meus horizontes se expandem na descoberta de cada perdão.