sexta-feira, março 28, 2008

Eternamente Heros



Obrigada por nunca me deixarem o sonho morrer!!!


Domingo de Páscoa com Banda Heros!

Inesquecível...



Eu estive alí...

Limiares que unem o passado e o futuro...

Redemoinhos em forma de pensamentos.

E a nossa união que faz essa força!


Trazenso de volta a esperança...

Fazendo brilhar antigos sonhos...

Recobrando a consciência.


Essa nossa irmandade sem nome...

Nosso dom...

Nossa canção.

sábado, março 15, 2008

Márcio Barreto

Deixe que digam, que pensem, que falem...
Deixa isso pra lá...

Foto JZ

Se súbito sou tudo...

Ou ponto,
ou ritmo, ou som, ou silêncio,
ou dia, ou a noite,
ou sono, ou vigília,
dúvida,
enigma, procura,
o instante e a eternidade,
as lembranças do que ainda viverei,
o samba do passista,
o riso, o espanto,
as ruas molhadas pela chuva,
o olhar e as janelas,
as manhãs de sol abertas de par em par,
a velocidade e a mansidão,
um grão de areia
e o nascimento de uma estrela...
sou eu ou são apenas os seus olhos inundando o mundo dos significados...
passeando pela linha tênue
que separa meu mundo do seu...
Mundos paralelos,
simultâneos e virtuais...
Porque se sou o que sou
só posso se-lo na medida em que você
me vê...
Márcio Barreto


terça-feira, março 11, 2008

PARATY - MAGIA & SONHO

Essa eu gostei...

"...Paraty é para todos nós. Para todos nós que fomos impedidos de sonhar porque já lançaram o sonho em MP3 ou em celular digital. Para nós que estamos meio fora do mercado até hoje. Para nós que não tivemos saco ou coragem de partir de vez para a marginalidade. Paraty é, assim, para quem está um pouco no limbo, do tipo "you missed the starting gun", como na música "Time" do imortal Pink Floyd. Para quem perdeu o tiro da partida, Paraty tem esse jeito de agradável recomeço..."

Gustavo de Almeida

HOJE - Campinas que me fez Paraty

Hoje algo em mim é mais saudade.
Mais saudade do que fui...
mais saudade do que serei...
Porque no que fui me revelo.
No que serei me completo.

Algumas palavras confortaram esssa minha melancolia feminina...

Me abraçaram na tarde chuvosa que foi a de hoje...

Me fizeram mais menina e mais mulher nessa saudade.

E em meus espaços vazios,

qualquer coisa de tudo que não sou ecoou

me revelando a mim como sempre.

Me trazendo à tona aos sonhos.

E à magia.

Porque eu quis magia & sonho...

E na lembrança dos seus olhos,
além da saudade, uma nova coragem...
Just deep in my soul.

Fotos minhas por mim mesma.
Na minha terra natal.
Campinas que me fez Paraty...