sexta-feira, abril 25

Festa do Divino 2008 - Paraty

Programação da Festa do Divino 2008 - Paraty


02/Maio
21h00 Dj Marino
23h30 Vanessa da Mata


03/Maio
20h00 Gincana do Divino na Praça da Matriz
21h00 Dj Ricardo Braz
24h00 Cassiano e Trio Beija-flor


04/Maio
22h00 Dedeca Zen e Banda
24h00 Banda Prisma


05/Maio
21h00 Dj Ricardo Braz
22h30 Ciranda Os Caiçaras
23h30 Banda Tempestade

06/Maio
21h00 Os Coroas Cirandeiros
22h00 Ciranda Elétrica

07/Maio
21h00 Show de Calouros

08/Maio
21h00 Dj Marino
22h00 Banda Anjos do Resgate
23h30 Banda Up Covers

09/Maio
21h00 Dj Ricardo Braz
22h00 Coquetel do Samba
23h30 Banda Pink

10/Maio
21h00 Danças para o Imperador na Praça da Matriz
24h00 Tribo de Jah

11/Maio
21h00 Banda Kirius
22h30 Banda Up Covers
23h00 Bebeto

Todos os eventos não específicados ocorrerão no Areal do Pontal.

sábado, abril 12

RáDio Pirata

Abordar navios mercantes
invadir, pilhar, tomar o que é nosso
pirataria nas ondas do rádio
havia alguma coisa errada com o rei
preparar a nossa invasão
e fazer justiça com as próprias mãos
dinamitar um paiol de bobagens
e navegar no mar da tranquilidade
toquem o meu coração
façam a revolução
está no ar: nas ondas do rádio
no submundo, repousa o repúdio
que deve despertar
disputar em cada frequência
um espaço nosso nessa decadência
canções de guerra, quem sabe canções do mar
canções de amor ao que vai vingar
toquem o meu coração
façam a revolução
está no ar: nas ondas do rádio
no submundo repousa o repúdio
toquem o meu coração
façam a revolução...
Engenheiros do Hawaii
Composição: Paulo Ricardo


Meus recados 509

Minhas fotos 149

Meus fãs 99

Meus amigos 319

.

.

.


Jornal de Paraty - III Fest Juá na Ponta Negra

Eu no JP
O Daniel me clicou desprevenida...
Mas tá valendo! Ficou legal!!

quarta-feira, abril 2

Paraty que me pára...

Hoje o pôr-do-sol de Paraty me parou...
me hipnotizou a contemplá-lo...
o contorno da Pedra Branca bem definido
com fundo azul claro
e arranhões brancos que saiam de seu lado direito destino ao centro do céu...
e um traço preto saindo pelo outro lado,
paralelo ao horizonte...
lindo de morrer...

Como costumo fazer quando fico alguns dias sem ver o Centro Histórico de Paraty,
ao atravessar pedalando a ponte do Perequê-Açu
pedi a benção e me benzi.
No mesmo instante
me dei conta que um caiçara jogava sua tarrafa exatamente do topo da ponte...
e quando reparei seu desenho feito no rio,
formava um coração.

Magicamente Paraty...
sempre a me encantar...
Sem precisar de palavras
não cansa de encher minha vida
nessa doce melodia ciranda e amor.