domingo, abril 25

Flores no Deserto


Não vale a pena esconder a dor
Manter adormecido o que já passou
Sentindo as cicatrizes ao redor
Marcas no inconsciente, insatisfação
Olhando os objetos no lugar
Eu tenho a impressão de que nada mudou
Sombras e eternas ilusões
Me vejo entre momentos de alucinações

Vejo flores no deserto
Homens buscando o certo
Labirintos, fontes do pecado
Mapas que me levam ao passado
Reações impensadas
Mentes alienadas
Sentimentos presos sem saída
Momentos de eternas despedidas

Me disperso ao entardecer
Falo palavras que eu queria esquecer
Me perco entre tantas invenções
A vida se refaz por entre frustrações
Encontro o templo para despertar
Paredes que me levam pra algum lugar

Vejo flores no deserto
Homens buscando o certo
Labirintos, fontes do pecado
Mapas que me levam ao passado
Reações impensadas
Mentes alienadas
Sentimentos presos sem saída
Momentos de eternas despedidas

Não vale a pena esconder a dor
Manter adormecido o que já passou
Sentindo as cicatrizes ao redor
Marcas no inconsciente, insatisfação
Olhando os objetos no lugar
Eu tenho a impressão de que nada mudou
Sombras e eternas ilusões
Me vejo entre momentos de alucinações

Vejo flores no deserto
Homens buscando o certo
Labirintos, fontes do pecado
Mapas que me levam ao passado
Reações impensadas
Mentes alienadas
Sentimentos presos sem saída
Momentos de eternas despedidas...
Vega

Nenhum comentário: