terça-feira, setembro 11

Pedra Branca


Nas manhãs que te vejo brilhar
Agradeço pelo reflexo de meus sonhos

Nas tardes que as nuvens não me permitem te admirar
Revela-me o tamanho do meu amor


Nas noites que a lua cheia desenha teu contorno no ar
Conecta-me, sem receios, a tudo que sou.

Nenhum comentário: