segunda-feira, maio 24

sal das minhas lágrimas


Hoje minha manhã teve o gosto de sal das minhas lágrimas.
Vivo presa no tempo e à liberdade de momentos...





Nenhum comentário: