segunda-feira, maio 9

Barquinho Terranova


Hoje eu queria ver o mundo apenas pelo buraco da fechadura da porta do meu quarto...
uma enxaqueca ardida a consumir meus pensamentos...
os compromissos a irritar meus sonhos.

Mas a vida grita lá fora e meu despertador bem do meu lado.

Desejaria poder ignorá-los...
mas sou obrigada a buscar motivos que suavizem as horas de hoje.

A consciência sussurra que são apenas hormônios.
O horóscopo é otimista :
"Lembre-se que a pérola, como dizem os poetas, nasce do sofrimento da ostra."

E segundo a segundo, sorrisos a sorrisos...
a tranqüilidade vai voltando...
vindo como marola... lavando a irritação.

A tarde venta e se pinta de cinza solidária à minha dor.
E no peito bate o ar da sincronia.
Meu barquinho tranquilo descobre novo horizonte!
Terranova.

Nenhum comentário: