segunda-feira, outubro 1

Pra estudar de verdade!


A pacata vila de Jacuecanga, onde localiza-se o polo da UFF e do CEDERJ em Angra dos Reis, esteve movimentada nos finais de semana de setembro, em que ocorreram as provas do Cederj. Como os cursos oferecidos pelo consórcio são na modalidade semi-presencial, o pólo tem sua movimentação reduzida e só é agitado quando rolam as provas presenciais.




Fiz o vestibular em junho e ingressei no curso de Licenciatura em Turismo da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ, pelo Consórcio CEDERJ - Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro, em julho de 2012. O CEDERJ, comemorando mais de 10 anos de muito trabalho, objetiva proporcionar educação superior pública, gratuita e de qualidade para interessados que não podem residir onde existem campus universitários.
Utilizando-se de metodologia de educação a distância, na forma semipresencial, o curso se desenvolve nos polos regionais e principalmente no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA – plataforma disponível no endereço: www.cederj.edu.br. A plataforma é acessada por alunos, professores e tutores mediante login e senha, e se configura como um espaço de interação, comunicação e armazenamento de dados. É também onde encontram-se todo o material didático, cronogramas e orientações para desenvolvimento dos cursos, e ainda todas as informações acadêmicas. O espaço apresenta também o painel do aluno, para criação do perfil pessoal individual e controle das disciplinas que estão em curso, bem como tarefas, atividades e exercícios. Bastante interessante e rico, o ambiente disponibiliza a lista Sistemas Complementares, com outros endereços úteis da rede.
Abaixo fotos da aula inaugural, que ocorreu 23 de julho, dia que recebi gratuitamente a Agenda do Estudante e os livros de 5 disciplinas do 1º período.


Tendo cursado, no primeiro semestre de 2012, uma Faculdade semipresencial de Pedagogia, em uma universidade da rede particular em Paraty, não consigo desviar meu ímpeto de comparar a formação proporcionada por cada uma. As exigências e processos avaliativos, sem precisar de um exame profundo, já demonstram o abismo fatídico entre ambas. A Plataforma CEDERJ e suas ferramentas oferecem instruções coordenadas, com aplicações fundamentadas e integradas. Além de uma apresentação visual agradável, o sistema é funcional e prático, orientando com coerência, possibilitando um aprendizado mais sólido, eficiente e efetivo. Os livros do curso de Turismo são muito bem preparados, organizados por aulas, com exercícios pertinentes e diversas dicas de material de apoio, possibilitando ao aluno estudar com facilidade.


Logicamente um aluno engajado e interessado se desenvolve e aprende com as possibilidades que dispõe, mas a qualidade das ferramentas disponibilizadas propicia diferença expressiva no grau de acessos em geral, conhecimentos, informações e portanto, aprendizado. A quem de fato não tem possibilidade de uma formação consistente, a opção de qualquer formação ainda se revela melhor à nada. Mas àqueles que buscam formação profissional, pessoal e, o mais realizador que senti, social, tenham certeza que é recompensadora a luta, e engajem-se em busca de uma Universidade de verdade, sem se contentar com um curso qualquer desse nosso Brasil com z.


Texto adaptado de um trabalho apresentado para a disciplina Informática Básica, do 1º período.

Nenhum comentário: