sábado, março 15

riso perdido

infância pintada
inocência fraudada
desejo vulgarizado

resistência singela
doçura evidente
beleza exagerada

Eu vi uma menina vestida de índio.
E nem era dia do índio.
Mas ela saltitava com seu cocar cor de rosa
e a cara pintada de índio.
Ela chegou perto e eu pude ver:
ela era índio mesmo.
E eu me questionei como será pro índio mesmo,
qual a sensação, em ver, de sua realidade, uma fantasia??

Então a pequena menina vestida de índio me pediu água.
E eu me senti roubada. Eu me senti índio.

Nenhum comentário: