quinta-feira, março 05, 2009

1800 METROS

Escrevo meu poema calado, ouço minha voz interna...

Respeito o que me vem no momento...

O sentimento aguardado neste meu agora é rápido e

de uma constância muito feliz...

Encontro ás alturas, onde elevo meus pensamentos e capto minhas letras...

Escrevo,

percorrendo em traços formados por vivências e emoções...

Sou poeta da cabeça aos pés,

levanto minha bandeira branca e peço PAZ,

por mim a quem me vê.

A quem me entende, acerto-me.

A quem não me crê,

leia-me...

Nancy Moisés - http://n.moises.blog.uol.com.br/

2 comentários:

Nancy Moises disse...

Eii querida adorei ver o meu poema aqui e que imagem, não conheço paraty mas deve ser mesmo um sonho..
Ó meu blog oficial esta ai embaixo ok?
Adoraria recebê-la por la, ofereço a vc o selo poetisa e a convido p/ o niver de 3 anos do Lua em Poemas
no dia 11/03.
Obrigada querida adorei te conhecer e receber este carinho todo. Seu blog ta lindo e esse gatinhos?hummm
Parabens... bjsssssssss

Meu Blog...

http://luaempoemsas.zip.net

Meu site..

www.poetisadasminasgerais.50webs.com

Pintando Paraty ® disse...

Obrigada!!!

;)

*